Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Verão com cortiça na Praça do CCB

Lisboa 9/7/2019
  • 1.900 blocos de aglomerado de cortiça expandida materializam os Jardins de Pedra, uma criação do Atelier Barbas Lopes para o programa Uma Praça no Verão do Centro Cultural de Belém (CCB), em Lisboa.

Pelo terceiro ano consecutivo, a cortiça é o material eleito para transformar o pátio exterior do Centro Cultural de Belém n’Uma Praça no Verão. A Garagem Sul do CCB, em parceria com a Corticeira Amorim, apresenta a intervenção concebida pelo Atelier Barbas Lopes intitulada “Jardins de Pedra”.

Jardins de Pedra transforma a praça do Centro Cultural de Belém, conferindo-lhe uma topografia inquieta, materializada num projeto de chão que reconfigura os modos como habitamos o edifício e abre ao público lugares que ainda são desconhecidos.
No âmbito desta parceria, a Amorim Isolamentos forneceu os 1.900 blocos de aglomerado de cortiça expandida utilizados nesta composição, na qual as características únicas da matéria-prima 100% natural e sustentável são exploradas de forma dinâmica, através da textura, do cheiro e da densidade.

Através desta obra, a arquiteta Patrícia Barbas desenvolveu uma ligação criativa entre os vários espaços do edifício, tirando partido do conforto e do calor acolhedor da cortiça para construir diversos jardins que dialogam com o lugar. A cortiça modelada no chão cria lugares para relaxar e usufruir da vista sobre o Jardim das Oliveiras e o rio Tejo, ou simplesmente descontrair e olhar o Céu, dando corpo a um espaço lúdico de recreio entre as formas geométricas construídas. A obra arquitetónica conta ainda com um auditório onde será exibido o Ciclo de Cinema “Os Meus Pais/My Parents” ao ar livre nas noites quentes de Verão.

A partir de um material singular e de um exercício de composição e rigor geométrico, “Jardins de Pedra” conjuga várias funções numa forma, várias formas numa unidade, muitas possibilidades num programa de transformação. Afinal, a arquitetura também existe para se desfrutar do prazer de uma sombra morna.

Para Carlos Manuel, CEO da Amorim Isolamentos, “A cortiça, que volta a estar no centro da obra temporária Uma Praça no Verão, reforça a importância da sustentabilidade, associada a esta matéria-prima valiosa, 100% natural, utilizada em todo o mundo como a melhor solução de isolamento sustentável, em diferentes projetos de construção”.

Sobre o atelier Barbas Lopes:

Foi criado em 2006. Entre os projetos realizados ou em desenvolvimento estão incluídos prédios públicos e privados, residências unifamiliares, projetos de exposições e interiores. Têm desenvolvido colaborações com arquitetos como Peter Märkli, Promontório Arquitetos, Manuel Aires Mateus e Gonçalo Byrne. O seu trabalho foi destacado para o Icon Awards 2012, Designs do Ano 2013 e Mies van der Rohe 2013. Participaram na Azrieli Visiting Critics in Residence na Carleton University, Ottawa, Canadá.

Sobre Uma Praça no Verão do CCB:

A cidade e as suas obras transformam-se ao calor das estações do ano. No Verão, a Praça do Centro Cultural de Belém costuma acolher uma construção efémera que representa essa dimensão transitória dos lugares e das coisas