Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

António Rios Amorim: 150 anos de Futuro

22/12/2020

Para criar futuro é preciso saber de onde vimos. 150 anos após a sua fundação, a Corticeira Amorim renova o seu compromisso com uma visão empreendedora que atravessa gerações, guiada pela missão de acrescentar valor à cortiça, num quadro de inovação e sustentabilidade. Partindo deste legado único, aliado à paixão pela cortiça, António Amorim, presidente e CEO da Corticeira Amorim, projeta um futuro prodigioso para um material notável.

"150 anos após a sua fundação, a Corticeira Amorim é hoje um sólido grupo económico de projeção internacional, líder destacado de toda a indústria da cortiça, reconhecido pelo desenvolvimento de aplicações e produtos de cortiça de superior performance e de elevado valor acrescentado, destinados a múltiplos sectores de atividade.

A paixão pelo material, a visão empreendedora de sucessivas gerações, a sua capacidade de antecipar a evolução do mundo, de projetar a progressiva utilização da cortiça e a sua determinação em concretizar tal visão marcam indelevelmente a história da Corticeira Amorim e de todo o sector da cortiça. E, estamos certos, o seu futuro.

Ninguém como nós conhece tão profundamente as virtualidades da cortiça - uma matéria com uma estrutura absolutamente impar, impossível de replicar -, o valor que acrescenta aos produtos onde é incorporada e o seu fantástico contributo para o equilíbrio do montado, um paradigma de sustentabilidade. Anima-nos, pois, o desígnio de continuamente investigar e desenvolver novas aplicações e produtos de cortiça, colocando as suas incríveis mais-valias ao serviço de um quotidiano mais confortável e amigo do ambiente.

Ao fim de 150 anos, a Corticeira Amorim faz uma forte aposta num maior conhecimento do sobreiro, na investigação da espécie e na experimentação de outras tecnologias e metodologias para plantar sobreiros. O objetivo é que possamos criar know-how e intervenção florestal capaz de, no futuro, suportar o crescimento que antecipamos face às características tão únicas e especiais da cortiça."

António Rios Amorim