Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Pavimento de cortiça no Museu de Arte Contemporânea de Bordéus

Bordéus

Um mosaico de cortiça, com incrustações de bronze, cobriu toda nave central do Museu de Arte Contemporânea de Bordéus, CAPC, numa instalação criada pela conceituada artista portuguesa Leonor Antunes.

Para esta exposição individual no CAPC, a artista utilizou pavimento Wicanders com visual de cortiça, da Amorim Revestimentos, numa área de 1500 m2, ou seja, ocupando a totalidade do piso da Nave Central do Museu. A incorporação do metal ao pavimento de cortiça estabelece uma ligação imediata com as esculturas suspensas, realizadas com fios de bronze.

“A cortiça é um material produzido essencialmente em Portugal, conferindo também ao projeto mais um elemento diferenciador e sustentável.”

- Leonor Antunes