Matérias-Primas

Amorim Florestal

A Amorim Florestal tem como objetivo fazer o procurement, sourcing compra, stockagem e preparação da matéria-prima cortiça, fornecendo as restantes unidades de negócio da Corticeira Amorim.

+ 17 500 000 sobreiros plantados
+ 50 mil hectares de novas plantações
+ 35% produção de cortiça

Gestão global integrada da cadeia de valor

Criada no final de 2002, fruto de uma reestruturação organizativa da Corticeira Amorim, a empresa tem, então, como missão intervir em todas as geografias onde existe produção de cortiça. Os seus quadros responsáveis detêm quer um profundo conhecimento da cortiça, das áreas de produção e das herdades produtoras, quer uma vasta experiência no relacionamento de muitos anos com os produtores florestais.

Entretanto, a Amorim Florestal desenvolveu uma base de conhecimento e de georreferenciação que permite o acesso a dados muito fiáveis sobre a evolução quantitativa e qualitativa das várias áreas, regiões e países produtores de cortiça. Portugal e Espanha como principais produtores mundiais (50%+30% da produção mundial, respectivamente) representam mais de 90% do aprovisionamento global. Contudo, a Amorim Florestal detém unidades de preparação e transformação primária também em Marrocos, Argélia e Tunísia, países onde o processo de venda é realizado pelo Estado, único produtor florestal nestes territórios, por leilão ou através de hasta pública.

Todo o processo de compras da Amorim Florestal resulta do conhecimento histórico e da avaliação da cortiça no ano da extração ou no ano imediatamente anterior. As propriedades normalmente bem cuidadas veem as suas boas práticas reconhecidas por um processo de certificação FSC – Forest Stewardship Council. Selo de garantia que reconhece o enorme contributo da gestão dos montados para que possamos viver num Planeta mais sustentável.

A Amorim Florestal inova igualmente nos processos que envolvem toda a operação de extração da cortiça do sobreiro, bem como no seu manuseamento até à saída para as unidades de transformação. Processos, esses, que com a introdução de tecnologia podem reduzir custos, melhorar a fiabilidade e assegurar consistência na escolha da matéria-prima. Mas a Amorim Florestal pretende ir mais além no seu desempenho, quer em benefício da Corticeira Amorim, quer em benefício de toda a fileira.

Na verdade, a empresa tenciona criar mais conhecimento científico que possa ser aplicado no terreno, e que permita melhorar o combate às pragas e doenças, minimizar os efeitos das alterações climáticas e, sobretudo, inovar nas plantações e na evolução das plantas. Nesse pressuposto, é objetivo recente o de promover a Investigação & Desenvolvimento do Sobreiro, como é exemplo a sua instalação, para que tenhamos amanhã mais e melhor cortiça. Esse Projeto de Intervenção Florestal (PIF) pretende realizar algumas parcerias com produtores existentes no sentido de aplicar o resultado desse conhecimento no terreno. Isso através da realização de plantações que privilegiam a densidade e a antecipação do ciclo inicial da extração de cortiça. No fim, é trabalho da Amorim Florestal fomentar o crescimento da produção de cortiça, incremento esse, que possa suportar a ambição de crescimento da atividade da Corticeira Amorim.

No âmbito das certificações ISO 14001 e ISO 9001, a Amorim Florestal disponibiliza a todas as partes interessadas as políticas e os âmbitos do sistema de gestão ambiental e de qualidade. Para consulta da informação contactar aflgeral@amorim.com.

"I think there are fantastic stories to tell about cork. Both about the properties of the cork and the quality that it has, and about the place it comes from the cork forest."

Kim Carstensen, General Director of FSC

"Perhaps even more importantly, the traditional production of natural cork is an environmentally superior process which supports the preservation of grassland forests, Mediterranean biodiversity, small scale agriculture, and fast disappearing cultural traditions."

Allen Hershkowitz , Senior Scientist at the Natural Resources Defense Council

"Amorim is a very good example. You are basically developing a self-sustaining cycle, starting with a sustainable forest society in your area. I think that’s exactly right. I think certainly for carbon, you are outstanding."

Prof. Mohan Munasinghe, Founder Chairman of the Munasinghe Inst. of Development (MIND), Vice Chair of the UN Intergovernmenta l P anel on Climate Change (IPCC AR4), who shared the 2007 Nobel Prize for Peace

Outras Unidades de Negócio

Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.