Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Cortiça no CCB: Uma Praça no Verão

Lisboa

100% natural e capaz de estimular os sentidos, a cortiça esteve no centro da obra temporária “Uma Praça no Verão” desenvolvida pelo arquiteto José Neves para o CCB.

Para o projeto, que surgiu de um convite da Garagem Sul, o programa de arquitetura do CCB, a Amorim Isolamentos forneceu aglomerado de cortiça expandida. Os enormes blocos de cortiça, de cor escura, contrastavam com a pedra calcária que reveste as paredes do edifício, e vieram ocupar a praça dando corpo à transformação do lugar, ao mesmo tempo que convidavam a uma experimentação sensorial e material.

As características da cortiça, em termos de isolamento térmico e acústico, mas também a sua textura, plasticidade e leveza (que permitiram uma grande maneabilidade mesmo com blocos de grande dimensão) foram salientadas pelo arquiteto.

Esta construção multifacetada configurou um espaço lúdico aberto à passagem e à permanência, encontro entre a memória e o efémero, eleito como palco principal da programação cultural do CCB durantes os meses de Verão.

“A cortiça é um material absolutamente familiar e é, ao mesmo tempo, um material surpreendente que tem ainda muito por explorar como material de construção. Creio que Daciano Costa tinha razão quando dizia que um dia destes irá aparecer alguém que fará, com a cortiça do sobreiro, em Portugal, o que Alvar Aalto fez com a madeira de bétula, na Finlândia”.

- José Neves, arquiteto