Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Archi Summit recebe maior instalação efémera de cortiça do mundo

Lisboa

Uma superfície de 2 mil metros quadros - a totalidade da área exterior do Pavilhão de Portugal - foi totalmente coberta com cortiça, na maior instalação efémera alguma vez realizada com este material, que aconteceu durante a 3ª edição do Archi Summit, a única cimeira de arquitetos, engenheiros e designers realizada em Portugal.

O projeto foi liderado pelo conceituado arquiteto Manuel Aires Mateus, com co-autoria do estúdio SAMI, de Setúbal.

Para este ambicioso projeto, a Amorim Isolamentos disponibilizou 5 mil blocos de aglomerado de cortiça expandida, que vieram ocupar uma área correspondente à conhecida “pala” de betão do Pavilhão de Portugal, obra emblemática da arquitetura portuguesa, projetada por Álvaro Siza Vieira para a Expo 98.

Para além de reforçar, de forma inequívoca, a portugalidade do projeto, a cortiça foi selecionada por ser um material 100% natural, sustentável, fácil de montar e capaz de responder, pelas suas características únicas, ao cariz efémero do projeto, ao mesmo tempo que lhe conferia caráter e solidez.

“A cortiça, que é um material com inúmeros benefícios físicos, pode ser muito expressiva. Além das suas qualidades em termos de isolamento térmico e acústico, comunica algo de muito sensorial e valor estético.”

- Manuel Aires Mateus, arquiteto