Atenção, o seu browser está desactualizado.
Para ter uma boa experiência de navegação recomendamos que utilize uma versão actualizada do Chrome, Firefox, Safari, Opera ou Internet Explorer.

Em prol da sociedade, da cultura e do saber

Ao longo da sua história, a Corticeira Amorim tem-se empenhado ativamente em contribuir para o desenvolvimento nos domínios económico, social e humanitário, dinamizando iniciativas em áreas tão diversas quanto a cultura, o ensino, a solidariedade social e a investigação científica. E talvez seja neste campo da investigação que demonstra com maior evidência a sua exclusividade na geração de conhecimento para todo o setor da cortiça.

A Corticeira Amorim é o único player da indústria da cortiça a deter uma organização de referência, sem fins lucrativos, com o objetivo de incentivar a investigação e o conhecimento sobre o vinho, a Academia Amorim.

Criada em 1992, apoia financeiramente a pesquisa em enologia e os projetos inovadores no âmbito do vinho.

Mas o papel ativo da Corticeira Amorim na área da investigação vai mais além – é responsável pelo maior prémio alguma vez atribuído no setor da cortiça: o Prémio de Investigação sobre a «Valorização e Sustentabilidade do Sobreiro e da Biodiversidade Associada». Esta iniciativa realiza-se desde 2008, refletindo uma manifesta preocupação em promover uma correta gestão do montado de sobro.

Ainda no plano do saber, a Corticeira Amorim mantém uma estreita relação com o ensino, sendo um player ativo no reforço da ligação entre comunidade escolar/científica e a atividade empresarial. Contribuiu para a constituição de uma cátedra de estudos portugueses do INSEAD e, mais recentemente, estabeleceu uma parceria com o Wine & Spirit Education Trust (WSET). Neste âmbito, está a financiar bolsas de estudo para licenciados desta conceituada instituição de ensino do Reino Unido e assegura a viagem dos estudantes a Portugal, para assistirem ao descortiçamento e visitarem os laboratórios de I&D do Grupo.

A Responsabilidade Social da Corticeira Amorim passa igualmente pela cooperação com inúmeras causas e instituições de relevante interesse sociocultural, seja a nível local, nacional ou internacional. De entre todas, destaca-se o apoio mecenático à Fundação de Serralves e à Casa da Música, duas importantes instituições de dinamização e formação cultural, das quais o Grupo Amorim é Membro Fundador.

Promover o equilíbrio social

A preocupação de equilíbrio social é uma das características que acompanham os mais de 140 anos de atividade do Grupo Amorim – foi uma das primeiras empresas a disponibilizar aos trabalhadores um refeitório e um médico, ainda no longínquo ano de 1938. Com o passar do século, a Responsabilidade Social foi ganhando outra dimensão, acabando por estender-se à comunidade.

Atualmente, é um agente ativo em intervenções de âmbito social, humanitário e socorrista, através da colaboração com instituições de inserção social, de acolhimento de menores em risco e de apoio à terceira idade, corporações de bombeiros, Liga Portuguesa Contra o Cancro, clubes desportivos, entre outras.

Em 2008 criou a fundação Albertina Ferreira de Amorim, com o objetivo de promover a solidariedade e fomentar a valorização humana nas vertentes ética, religiosa, cultural e civilizacional. Além da sua vertente de apoio social e cultural, esta instituição propõe-se igualmente impulsionar a investigação científica na área da preparação e tratamento da cortiça, estando mesmo prevista a concessão de prémios neste e noutros domínios.

A Corticeira Amorim é também parceira, desde a sua fundação, da Associação Bagos D'Ouro uma instituição que se dedica a apoiar crianças e jovens carenciados do Douro, através do acompanhamento do seu percurso escolar e da criação de oportunidades para o desenvolvimento de projetos de vida de sucesso.

Quer seja através do apoio às comunidades locais quer seja possibilitando ações com relevante impacto nacional e internacional, a Responsabilidade Social da Corticeira integra um plano de ações, traçado com o claro intuito de contribuir para o desenvolvimento sustentado das pessoas e das instituições.

DESTAQUES